5 dicas para se concentrar na hora dos estudos!

por Beatriz Ribeiro Fragoso Carvalho*

Celular, jogos, redes sociais, TV, tudo tira a nossa atenção quando precisamos estudar, não é mesmo? Quer escapar dessas armadilhas e se concentrar mais nos estudos? Então siga algumas dicas do professor e autor de livros, Pierluigi Piazzi:

1. Não se contente em ler: escreva!

Faça resumos e anotações da matéria. Mas nada de ficar copiando tudo que vê pela frente, hein? Para saber o que vale escrever, faça de conta que está preparando uma cola para uma prova, assim será mais objetivo. Como estudar para provas e concurso

2. Tire um tempo para estudar sozinho.

É muito legal estudar com os amigos, mas você se distrai, acaba falando mais de outras coisas e continua com dúvidas. Estude sozinho e explique a matéria para si mesmo. Assunto estudado? Use as aulas para tirar dúvidas e entender as matérias.

3. Desligue todos os aparelhos eletrônicos.

Deixe o celular bem longe na hora de estudar. Cada notificação do Facebook, Whats App, mensagens de texto e tudo mais tomam bastante tempo e acabam com sua concentração. Dica: Reserve um tempinho do seu dia só para as redes sociais.

4. Música? Só em línguas que você não entenda.

Algumas pessoas só conseguem estudar com música, mas aí vai uma boa dica: evite ouvir músicas em idiomas que você entenda – isso pode fazer com que você desvie sua atenção para a letra e esqueça a matéria.

5. Respeite seu tempo.

Algumas pessoas se concentram melhor à noite, outras se sentem mais ativas pela manhã ou à tarde. Observe qual é o momento do dia que você se sente mais atento e acostume-se a estudar nesse horário. Mas nada de forçar a mente, hein? Se sentir que está cansado, faça um pequeno intervalo e depois volte aos estudos.

 
Gostou? Acompanhe mais dicas de concentração no site do Guia do Estudante:
http://guiadoestudante.abril.com.br/vestibular-enem/13-dicas-se-concentrar-hora-estudos-682308.shtml
 
*estudante de Letras na Universidade Federal da Bahia, Beatriz Ribeiro é também curiosa por natureza e apaixonada pelo conhecimento. Atualmente, ela dedica algumas horas e neurônios para entender melhor a relação entre educação e novas tecnologias.